Quinta-feira, 01 de outubro de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Política

STF suspende ordem de prisão contra ex-presidente da Juceg, Rafael Lousa

Postado em: 09-08-2020 às 15h00
No último sábado (8), outra liminar resultou na soltura de Alexandre Baldy, também investigado na operação da PF e do MPF - Foto: Divulgação

Igor Afonso

Gilmar Mendes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), acatou o pedido da defesa e suspendeu a ordem de prisão temporária contra o ex-presidente da Junta comercial do Estado de Goiás (Juceg), Rafael Lousa.

A decisão do ministro estendeu os efeitos da liminar que soltou Alexandre Bady , secretário de Transportes Metropolitanos de São Paulo, afastado após ser alvo da Operação Dardanários da Polícia Federal (PF) e do Ministério Público Federal (MPF).

Na visão do ministro, houve arbitrariedade nas prisões. “Do julgado se extrai a conclusão de que realizar o interrogatório não é uma finalidade legítima para a prisão preventiva ou temporária”, diz trecho da liminar.

Operação

Ao todo a operação do Ministério Público Federal (MPF) mirou sete alvos suspeitos no envolvimento de desvios de recursos da Saúde , sendo presos seis deles. E, durante cumprimento dos mandados de busca e apreensão, a PF afirmou que em uma residência em Brasília, que pertence a Baldy, foram apreendidos R$ 90 mil em espécie , dentro de dois cofres. O MPF afirmou ainda que o primo dele, Dias, chegou a receber propinas em caixa de gravatas.  

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar