Quinta-feira, 18 de julho de 2019
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Política

Senador preso em regime aberto é autorizado pela Justiça Federal a passar férias no Caribe

Postado em: 26-06-2019 as 18h12
Acir Gurgacz está detido desde outubro do ano passado por crime de fraude

Foto: Divulgação 

Da Redação 

O senador Acir Gurgacz (PDT-RO) foi autorizado pela Justiça Federal do Distrito Federal a passar férias em um resort de Aruba, no Caribe, entre os dias 17 de julho e 3 de agosto. Ele está preso desde outubro de 2018 em regime aberto, por crimes contra o sistema financeiro. Acir foi condenado a quatro anos e seis meses de prisão. 

O pedido foi feito pela defesa de Gurgacz para passar os dias de folga num resort no Caribe e pareceu favorável ao Ministério Público do Distrito Federal. Com a decisão, a execução penal fica suspensa durante o período da realização da viagem.

Gurgacz irá se hospedar no Renaissance Aruba Resort & Casino, por 18 dias. O hotel só tem vagas disponíveis para junho de 2020, com valores entre R$ 4 mil e R$ 8 mil a diária. Apesar de o lugar ter um cassino e vender bebidas alcoólicas, a decisão da Vara de Execuções Penais (VEP) proíbe que o senador frequente as salas de jogos ou ingira álcool. 

Gurgacz foi sentenciado a quatro anos e seis meses de prisão por ter utilizado uma empresa de ônibus Eucatur em Manaus e Ji-Paraná (RO) em 2002 para obter fraude de financiamento no Banco da Amazônia e usado o dinheiro para outro fim.  O Ministério Público Federal alega que ele apresentou documentos falsos para fraudar a compra de sete novos ônibus ao custo unitário de R$ 290 mil, porém laudos apontaram que custaram R$ 12 mil cada um. Quando retornar, o senador deve se submeter à apresentação bimestral obrigatória.

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja buscar