Quinta-feira, 18 de julho de 2019
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Política

Prefeitura garante volta da Feira Hippie

Postado em: 24-06-2019 as 06h00
A previsão, de acordo com a prefeitura, é de que sejam colocadas novas bancas projetadas em metalon e uniformizadas, cobertas com lona bege com fundo branco e beirais

Dayrel Godinho

Especial para O Hoje

Após o prefeito de Goiânia, Iris Rezende (MDB) ter um vídeo vazado em que ele afirma que a Feira Hippie vai sair da Praça do Trabalhador, a prefeitura de Goiânia reafirma que após o final da requalificação da praça do Trabalhador, a feira Hippie voltará a funcionar na praça depois do término das obras.

A previsão, de acordo com a prefeitura, é de que sejam colocadas novas bancas projetadas em metalon e uniformizadas, cobertas com lona bege com fundo branco e beirais. Nos dias em que não ocorrem as feiras, no local funcionará um estacionamento para 1.272 vagas, contemplando todas as variáveis de veículos (carros, motos, bicicletas e ônibus).

Para a prefeitura é bastante importante esta requalificação, da praça, o que pode resultar em um espaço multiuso que, além da feira, comportará shows, estacionamento e outras atividades. 

Durante o primeiro fim de semana de obras de revitalização da praça do Trabalhador as barracas da feira Hippie foram montadas normalmente no local provisório, nas proximidades da região da avenida 44, onde representantes do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), dos feirantes e montadores acertaram os últimos detalhes para que a estrutura começasse a funcionar neste último final de semana. 

Antes do início das obras, que ocorreu no dia 17 de junho, foram realizadas 25 reuniões entre representantes da prefeitura de Goiânia e dos comerciantes das feiras Hippie e da Madrugada. E foi decidido que a montagem das barracas ocorreria em espaços previamente demarcados em ruas próximas à praça do Trabalhador até o término da revitalização, prevista para novembro deste ano.

A previsão é de que, em cinco meses, a obra seja entregue à população. O local abrigará posto da Guarda Municipal, três sanitários públicos, sendo um familiar, com 100m² cada um, e o prédio da administração, equipado com enfermaria.  Os investimentos são da ordem de R$ 6,8 milhões.

Controvérsia

No vídeo que está sendo divulgado pelas redes sociais, o prefeito, que estava em reunião, afirma que não haveria feira no local. “A praça não é feita para feira, é para o povo. Ainda mais na praça que recebe o visitante da rodoviária”, disse o prefeito, que vê esta questão como um grande problema da capital, que tem que ser solucionado em conjunto com os feirantes. “É um problema complexo, mas vamos colocar ordem na cidade”, porém o prefeito avisa que só conseguiria fazer isto com um estudo completo, para poder apresentar ao goiano e ao feirante.

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja buscar