Segunda-feira, 23 de setembro de 2019
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Política

Articulação contínua define base de Caiado na Alego

Postado em: 21-05-2019 às 20h30
Rubens Salomão

O governador Ronaldo Caiado (DEM) teve apenas vitórias na sessão plenária de ontem da Assembleia Legislativa em alguns dos principais testes para o Palácio desde o início da legislatura e o líder da base governista, Bruno Peixoto (MDB), comemorou a consolidação do grupo de apoiadores, que conta agora, segundo ele, com 28 deputados, dos 41. Além da segunda parte da reforma administrativa sem alterações relevantes, também não houve dificuldade para passar a criação do Batalhão Rural e as novas regras para caracterização e atuação das Organizações Sociais no estado – projeto que retira a obrigação de OS’s receberem indicação do governo para a formação dos conselhos de administração. “Foi um excelente teste. Nossa base está coesa e consolidada. Observa-se que, dentro de diálogo, acolhemos emendas da base e da oposição”, afirma Bruno. O diálogo será ponto fundamental para que o governo consiga, como agora, a aprovação de matérias. Mesmo diálogo que rejeitou, antes mesmo de votação, o projeto de cortes no Passe Livre Estudantil.

Voz da experiência

“Estou aqui há muitos anos e fui oposição e situação. A vantagem desse governo é o espaço para discutir. Com o Passe Livre, sequer houve votação, e, com a reforma, houve emendas”, aponta o líder da bancada do DEM, Álvaro Guimarães.

Base flexível

Álvaro aponta que a base está consolidada, mas não significa aprovação automática de projeto do governo. “Esse número vai variar de acordo com cada projeto, com discussões separadas. Pode aumentar ou diminuir”.

Schmidt articula ação regional

A Secretária estadual de Economia, Cristiane Schmidt, realiza nesta manhã evento com cinco Secretários de Fazenda e Economia de estados vizinhos de Goiás. O encontro será no gabinete dela, no Setor Nova Vila, das 9h às 12h. O objetivo do encontro é discutir ações de aumento da fiscalização, incremento da receita, combate à sonegação nas fronteiras dos vizinhos, assim como a padronização de ICMS em vários segmentos econômicos. Estarão presentes os secretários do Distrito Federal, André Clemente de Oliveira; de Mato Grosso, Rogério Gallo; do Mato Grosso do Sul, Felipe Mattos; de Minas Gerais, Gustavo de Oliveira; e do Tocantins, Sandro Henrique Armando.  O projeto de fiscalização das fronteiras em conjunto prevê a instalação de antenas da ANTT e da Goinfra em 55 pontos já mapeados para o controle de cargas em trânsito nas fronteiras de Goiás com os cinco Estados. A fiscalização vai verificar, com auxílio da tecnologia, a origem das notas fiscais desde as saídas das fábricas até a chegada dos caminhões ao destino.

CURTAS

Prova de fogo – Com as adesões e baixas nos últimos dias, as manifestações pró-governo Bolsonaro de domingo (26) tomaram ar de teste fundamental para a gestão.

Observador – O próprio presidente afirmou que não vai participar dos atos. Objetivo seria demonstrar “respeito pelo cargo e por suas responsabilidades.”

Pré-feriado – Deputados aprovaram antecipação para o período da manhã da sessão ordinária desta quinta-feira (23). Ficou marcada para 9h.

Lava jato em Goiás

O plenário da Assembleia Legislativa derrubou ontem veto do governo estadual a projeto do ex-deputado estadual, hoje federal, Francisco Júnior (PSD), que regulamenta o uso de recursos recuperados da Operação Lava Jato.

Acordo

A decisão foi revertida em acordo entre deputados da base de Caiado e a Procuradoria-Geral do Estado. A recomendação de aprovação de Lei estadual sobre o tema vem do próprio Ministério Público Federal (MPF).

Execução

A verba, ainda sem valor previsto, será destinada à Secretaria de Educação para reforma e expansão de escolas. O presidente Jair Bolsonaro (PSL), por exemplo, tem meta de usar nesta área multa recente de R$ 2,5 bilhões.

Novo membro

Foi aprovada ontem na CCJ da Alego indicação do governador Ronaldo Caiado para o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). O nome de Fabrício Motta vai para vaga do Ministério Público de Contas.

Divisão

Bom lembrar que o Tribunal tem sete vagas de conselheiros. Quatro são livres da Assembleia Legislativa e outras três do executivo, sendo que, destas, uma é vem dos auditores do órgão e outra do MPC.

Batalha

O Pleno do CNJ determinou que OAB-GO indique, por formação de lista sêxtupla, a 9ª vaga de desembargador do TJGO. Fica desabilitado o Ministério Público Estadual. 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar