Segunda-feira, 23 de setembro de 2019
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Política

Lincoln considera candidatura à prefeitura de Goiânia

Postado em: 20-05-2019 às 19h25
Rubens Salomão

O vice-governador Lincoln Tejota confirma ser irreversível sua saída do PROS e que, até julho, tomará uma decisão sobre o futuro político. O ex-deputado estadual afirma não ter pressa para definir o novo destino, mas reconhece a possibilidade de ser candidato à prefeitura de Goiânia. “Tenho boa relação com vários partidos e já recebi convites. Fiquei muito honrado ao saber que tive meu nome citado por um grupo de aliados e líderes para a disputa à prefeitura de Goiânia no ano que vem”, admite Lincoln. “Mas eu não sou candidato. Em momento algum me coloquei. O meu nome está sendo colocado e fico feliz em saber que estou sendo considerado. Nasci em Goiânia e acredito que teria condições de exercer um bom trabalho aqui, mas não é meu foco agora”. O vice, no entanto, não descarta a opção no futuro. “Não vou falar que não vou beber dessa água. Estou pronto para assumir esse desafio, se o governador, o grupo e a sociedade acharem interessante. Sou político e vivo de desafio em desafio, de mandato em mandato, buscando bons resultados”, afirma.

Lista de opções

Lincoln tem ampla lista de partidos como possíveis destinos. O mais adiantado, no entanto, era o PP. O problema é que o presidente regional da sigla, Alexandre Baldy, passou a atacar pessoal e institucionalmente a gestão. Lencou.

Missão

O governador Ronaldo Caiado (DEM) fará evento nesta semana para lançar o novo programa de metas da administração, que será tocado pelo vice. À Coluna, Tejota garante ter recebido “autoridade e autonomia” para cobrar resultados.

Satisfação dos goianos

Pesquisa encomendada pela Adial Goiás aponta que 75,1% dos goianos estão “satisfeitos” ou “muito satisfeitos” com a vida atual. Apenas 24,9% se dizem insatisfeitos ou muito insatisfeitos. O nível de satisfação é maior entre os jovens, com idade entre 16 a 34 anos de idade, e também entre os que têm segundo grau completo ou ensino superior e aqueles que declararam renda mensal superior a R$ 2 mil. Entre os insatisfeitos, o maior o número de respostas foi de pessoas que moram nas Regiões Norte e Nordeste do Estado. No entanto, existe um clima de apreensão com o cenário econômico e o fechamento de postos de trabalho em Goiás. Estes são apenas alguns dados da ampla e inédita pesquisa que será divulgada hoje de manhã pelo presidente da Associação Pró-desenvolvimento Industrial de Goiás (Adial), Otavio Lage Filho (foto), sobre a percepção dos goianos em relação à industrialização, a geração de empregos e o desenvolvimento do Estado. O levantamento foi feito pelo instituto Fortiori e foram entrevistadas 800 pessoas no final de abril.

CURTAS

Ainda maior - Após ato do dia 15, em milhares de pessoas protestaram em Goiânia contra cortes na educação, estudantes planejam nova manifestação.

#30M – No dia 30 de maio será realizada o “Segundo Dia Nacional em Defesa da Educação”. Protesto marcado para o DCE da UFG, a partir das 15h.

Sumido ­– Daniel Vilela usou vídeo da campanha para criticar Caiado. O democrata  garantiu que aumentaria o incentivo à cultura por meio dos fundos estaduais.

 

 

 

 

 

Fins e meios

O ministro Onyx Lorenzoni (DEM) confirmou em visita a Ronaldo Caiado no fim de semana que o governo federal de fato pretende editar medida provisória para permitir empréstimo do governo estadual de 30% dos recursos do FCO.

Alternativa

Representantes do setor produtivo reclamam da possível retirada de verba, hoje destinada apenas ao setor provado. A tendência é que seja utilizada pelo estado parte do FDCO, que não é um fundo constitucional.

Educação

O governo estadual e o Instituto Unibanco lançam hoje metas de aprendizagem do Ensino Médio em Goiás durante a abertura da formação de gestores da rede pública.  Os objetivos foram pactuados com base na realidade de cada escola.

Parceria

A parceria executa em Goiás o programa “Jovem de Futuro” – tecnologia educacional, criada em 2007, desenvolvida pelo Instituto e implementada em escolas públicas do Ensino Médio, sem custos ao governo.

Desenvolve

A formação de coordenadores ocorre até quinta-feira (23) e busca melhorar a aprendizagem dos estudantes e reduzir as desigualdades educacionais nas escolas públicas, por meio do aprimoramento da gestão da educação.

Oportunidade

O Instituto de Gestão e Humanização (IGH) seleciona 41 profissionais para três hospitais em Goiás. Salários entre R$1,5 mil e R$ 8,2 mil. 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar