Segunda-feira, 23 de setembro de 2019
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Política

Delegado Waldir e o Estatuto do Desarmamento

Postado em: 14-05-2019 às 17h45
O deputado acredita que as pautas do Governo têm como o intuito facilitar o acesso a defesa, e acredita que, para isso, tem que revogar o estatuto de 2003

Foto: reprodução Agência Brasil

Dayrel Godinho*

O deputado federal e líder do PSL na Câmara, Waldir Soares, disse em entrevista para o programa Impressões, que vai ao ar hoje (14), na TV Câmara, que o Congresso não tem como fugir da discussão do Estatuto da Legítima. O intuito do projeto é revogar o Estatuto do Desarmamento, que está em vigor desde 2003. Este projeto deve ser votado no plenário da Câmara em breve.

De acordo com Waldir, o intuito do Governo é buscar a aprovação junto ao presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM). “Tudo que tramita nesta Casa acontece a partir da decisão pessoal dele. Vamos para o diálogo e queremos construir a aprovação do estatuto. Queremos apenas que o parlamento decida. Quem for contrário se manifeste. Quem for favorável se manifeste. Vamos dar a possibilidade de o cidadão de bem poder portar a sua arma", afirmou.

Para Waldir, que é delegado da Polícia Civil (PC), o direito às armas é o “direito à vida”. Ainda de acordo com o congressista, o congresso tem que permitir que todos possam se defender. “De repente sua mulher está sendo estuprada, seu filho está sendo assaltado e você tem o direito de defender a sua vida, a da sua família e de terceiros”, disse. (*Especial para O Hoje)

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar