Quinta-feira, 09 de abril de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Gastronomia

Azeite de oliva previne osteoporose, conclui pesquisa da UFG

Postado em: 15-03-2020 às 13h00
Além da prevenção, alimento diminui a perda óssea em pacientes obesos. O estudo foi realizado em 111 adultos, por três meses – Foto: Reprodução.

Nielton Soares

Uma pesquisa da Universidade Federal de Goiás (UFG) apontou que o azeite de oliva extra virgem previne a osteoporose e contribui na diminuição da perda óssea em pacientes obesos. O estudo acompanhou, por três meses, 111 adultos e constatou que o alimento, aliado a uma dieta básica, minimizou, chegando a estabilizar, perda de massa óssea neles. 

Os pesquisadores dividiram os participantes em três grupos. Um recebeu 52 ml de azeite de oliva por dia. Outro apenas a dieta tradicional e o terceiro recebeu 52 mil do azeita por dia, juntamente com a dieta tradicional. 

Os que foram instruídos a se alimentar do azeite tiveram que utilizar dois sachês no almoço e no jantar, totalizando 52 ml por dia, isso representa três colheres e meia de sopa diariamente do alimento. 

Passado o período, foi constatado que a densidade mineral óssea da coluna e quadril alcance índices maiores no grupo que adotou a o azeite e a dieta tradicional. 

Trabalho conjunto

A pesquisa da UFG foi coordenada pela professora Erika Aparecida Silveira, com estudantes mestrandos e doutorandos do programa de pós-graduação em Ciências da Saúde da faculdade de medicina. Já as análises foram realizadas durante o doutorado da professora da PUC Goiás, Camila Kellen de Souza Cardoso. 

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar