Quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Esporte

Artilheiro do time, Alex Henrique se incluiu em "parcela de culpa" após o empate

Postado em: 13-02-2020 às 12h05
Atacante perdeu duas chances de gol diante do Crac, que poderiam dar ao time três pontos na competição - Foto: Fernando / Assessor Aparecidense

Victor Pimenta

O primeiro empate na conta da Aparecidense veio com gosto de derrota. A equipe que amarga a 10ª colocação, tem somente quatro pontos em quinze disputados. O atacante Alex Henrique e artilheiro do time na competição, falou após o jogo diante do Crac.

“Eu acho que está faltando a gente colocar a bola para dentro. Eu me incluo nessa parcela de culpa porque eu tive duas oportunidades de fazer o gol e infelizmente não consegui concluiu como nas outras vezes. Mas a gente pensa pelo o empate como uma coisa ruim, por termos perdido o jogo passado e hoje tínhamos essa obrigação de vencer aqui, até para dar um salto na tabela, mas temos que pensar que pontuamos e se pontuássemos os que a gente deixou escapar também, a situação seria que estaríamos melhores na tabela. Então, temos mais um jogo para terminar o primeiro turno, mais um jogo dentro de casa, um confronto direto. Então, temos que focar, colocar nossa cabeça voltada para esse jogo porque não deu para terminar com nove pontos, mas podemos terminar com sete, que estaremos brigando lá em cima”, disse Alex Henrique.

O time que não tem na temporada 2020, seu estádio Aníbal Batista de Toledo, que está em reformas. Assim, a Aparecidense que tem mandado seus jogos no estádio Hailé Pinheiro, tem sentido falta da torcida, mas o atacante sabe que a diferença da qualidade do gramado nos treinos em relação ao de jogo, influenciam no rendimento da equipe.

“A gente vinha de anos jogando lá, estávamos acostumados a jogar ali dentro. Sabíamos dos pontos fortes, dos pontos fracos no Aníbal. O campo [da Serrinha] é excelente para quem joga futebol, só que não adianta também você só jogar, mas treinar em outro campo. Então, você tem que treinar em campo bom e jogar em campo bom. Não é desculpa nenhuma, mas o futebol, ele tem essas visões. Como falei, não é pensar em campo, não é pensar no Aníbal e sim pensar no Anápolis e terminar esse primeiro turno com sete pontos”, concluiu o atacante.

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar