Segunda-feira, 14 de outubro de 2019
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Esporte

Hugo Jorge Bravo garante permanência de Rafael Toledo, ao menos até o clássico

Postado em: 09-10-2019 às 10h05
O Executivo de Futebol continuou com o discurso de que todos os treinadores são interinos e que 100% não tem sido o suficiente - Foto: Felipe André/O Hoje

Felipe André

A crise no Vila Nova teve dois novos capítulos nos últimos dias. A derrota para o que era até o início da rodada o penúltimo colocado, São Bento, culminou em um protesto de alguns torcedores no desembarque dos atletas no aeroporto de Goiânia nesta última terça-feira (8). O Executivo de Futebol, Hugo Jorge Bravo então convocou uma coletiva na manhã desta quarta-feira (9) no OBA para falar sobre alguns assuntos, entre eles anunciou a permanência de Rafael Toledo para o clássico contra o Atlético Goianiense, na próxima sexta-feira (11) às 19h15 (horário de Brasília), no Estádio Serra Dourada.

"O Rafael [Toledo] comanda a equipe contra o Atlético. Foi um pedido dos jogadores para que houvesse a manutenção da comissão técnica nesse próximo jogo e a gente atendeu, deixando o peso dessa decisão compartilhada com eles", ressaltou o Executivo de Futebol, Hugo Jorge Bravo.

Entretanto a permanência não é algo longínquo. Hugo afirmou que a diretoria está trabalhando jogo a jogo e assim como na partida contra o São Bento, os resultados que irão determinar uma possível permanência de Rafael para o restante da temporada ou não.

Saiba mais

Vila Nova mantém promoção de ingressos para clássico contra o Atlético 
Rafael Toledo chega ao Vila Nova não para mudar, mas para ajustar os erros 

"Me fala um treinador de futebol no mundo que não é interino. Eu não posso cravar nada, é lógico que tudo depende de resultado. Nós estamos em um momento, o treinador não é o problema, mas se acreditarmos que é oportuno a mudança, nós vamos fazer. O que importa é que trabalhamos para o próximo jogo, para o próximo jogo ele [Rafael Toledo] é o treinador e essas coisas que vão acontecer depois é de caráter interno", continuou Hugo.

No duelo contra o São Bento, em 30 minutos o time colorado sofreu três gols. Hugo tratou de "cobrar" mais intensidade de seus atletas e ressaltou que 100% de cada um não tem sido suficiente.

"Sobre o jogo contra o São Bento nós entramos a 100km/hora e os caras a 1000km/hora e quando bobearam com 10 minutos de jogos já estava 1 a 0. Não tem estratégia de jogo que sustenta, o time já entrou em parafuso e tomamos mais dois gols rapidamente, com 30 minutos já estava 3 a 0. O que a gente precisa mudar é encarnar o espírito de decisão e entrar ligado desde o começo. É dar a vida. Cada um ali saber que se está dando 100%, os 100% não estão sendo o suficiente, vai ter que dar 110, 120%, só assim que vamos superar os próximos adversários. Nada melhor do que um clássico para mudar esse contexto desfavorável", afirmou Hugo.

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar