18 de abril de 2019 - quinta-feira

Euro R$ {{cotacao.EUR.valor | number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Esporte
CAMPEONATO GOIANO
14-04-2019 | 18h00
Atlético marca três vezes e abre vantagem contra Goiás na final
Dragão não deu chance ao rival esmeraldino e sobrou dentro de campo

Foto: Paulo Marcos / Atlético Goianiense 

Felipe André

Nem o torcedor mais esperançoso do Atlético esperava uma vitória por 3 a 0 na primeira partida da final do Campeonato Goiano contra o Goiás. Com três desfalques e com um jogo no meio de semana, a equipe treinada por Wagner Lopes sobrou dentro de campo e venceu com gols de Gilsinho, Mike e Madson. O segundo jogo será no próximo domingo também no Estádio Olímpico, desta vez apenas com torcida esmeraldina.

Apesar dos dois jogos da final do Campeonato Goiano ser realizado no Estádio Olímpico que pode ser considerado “neutro”, o Atlético Goianiense na primeira etapa tomou conta como se fosse o Antonio Accioly. Apesar da torcida não encher o estádio, os atleticanos fizeram muito barulho.

Nem pareceu que o Atlético Goianiense foi a equipe que jogou no meio da semana, o Dragão pressionou desde o primeiro minuto. O Goiás que entrou com um meio-campo mais marcador com a entrada de Gilberto no lugar do lesionado Léo Sena demorou a começar a criar oportunidades. O lance mais perigoso dos visitantes ficou por conta de Marlone, que aos 24 minutos arriscou de longe, Kozlinski fez uma bela defesa.

Porém até o primeiro chute do Goiás, o placar já estava aberto. Aos 11 minutos Matheus fez um lindo lançamento para Jorginho que dominou dentro da área, fez o corte em Rafael Vaz que errou o tempo de bola no carrinho e derrubou o camisa 10 atleticano, Eduardo Tomaz marcou o pênalti. Gilsinho, titular no lugar de Pedro Raul nessa partida cobrou no canto esquerdo de Sidão, que pulou para o outro.

Apesar de abrir o placar, o Atlético continuou melhor na partida e levava perigo a Sidão. Após a primeira metade do primeiro tempo, o Goiás se lançou para o ataque, mas sem muito perigo. Aos 44 minutos o Dragão ampliou. Jorginho fez grande jogada individual e tocou para Mike, o jogador perdeu o tempo da bola e deixou para Matheus, que mesmo um pouco desequilibrado finalizou no canto de Sidão, que demorou a pular e foi buscar a bola no fundo da rede novamente.

Na segunda etapa o Goiás voltou diferente. O clube esmeraldino buscou ficar mais com a posse de bola e tentar tirar o ímpeto forte do Atlético. Logo aos 10 minutos após escanteio cobrado por Marcelo Hermes, Rafael Vaz subiu sozinho e obrigou uma nova bela defesa de Kozlinski.

O goleiro que vem brilhando com a camisa do Dragão, fez outra grande defesa, dessa vez na cabeçada de Brenner praticamente na pequena área. Mesmo com uma maior posse de bola, o Goiás chegou poucas vezes a meta de Kozlinski e quando chegou não conseguiu passar pelo goleiro atleticano.

Nos minutos finais veio o golpe final do Dragão. Em um rápido contra-ataque, Reginaldo foi acionado pela direita e cruzou rasteiro, na medida para Madson chutar sem chance para Sidão.

FICHA TÉCNICA
Atlético Goianiense 3x0 Goiás

Data: 14 de abril, 2019
Local: Estádio Olímpico, Goiânia
Horário: 16h (horário de Brasília)

Árbitro: Eduardo Tomaz
Assistentes: Cristhian Passos e Leone Carvalho

Gols: Gilsinho, Matheus e Madson (Atlético Goianiense)

Atlético Goianiense: Kozlinski; Jonathan, Oliveira, Lucas Rocha e Nicolas; Pedro Bambu, Moacir (André Luis), Matheus e Jorginho (Reginaldo); Gilsinho (Madson) e Mike. Técnico: Wagner Lopes

Goiás: Sidão; Kevin, Yago, Rafael Vaz e Marcelo Hermes; Gilberto Jr (Giovanni Augusto), Geovane e Marlone; Renatinho (Marcinho), Brenner (Junior Brandão) e Michael. Técnico: Maurício Barbieri 

(62) 3095-8700