Quarta-feira, 21 de outubro de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Cultura

Número de brasileiros que não lêem aumenta nos últimos quatro anos

Postado em: 11-09-2020 às 16h10
A média de livros lidos por completo é de apenas 2,5, sendo que 0,87 foi leitura obrigatória/ Foto: Reprodução

Jyeniffer Taveira

Os últimos resultados divulgados pela pesquisa Retratos da Leitura, realizada a cada 4 anos, apontaram que o número de leitores no Brasil caiu de 56% para 52%, neste número estão incluídos leitores que consumiram pelo menos um livro, sendo este completo ou não.

A pesquisa realizada pelo Instituto Pró Livro (IPL) em parceria com o Itaú Cultural e o ibope ainda levantou o motivo para a diminuição da leitura os dados referentes a 2019 mostraram que 42% dos entrevistados não gostam ou não tem “paciência” para a leitura, o segundo fator é a falta de tempo, para 34% essa é a principal razão. A preferência por outras atividades ou a dificuldade de leitura também foram mencionadas.

Em relação à pesquisa de 2005, a única faixa etária que se destacou foi a de crianças de 5 a 10 anos, o estímulo para a leitura nesta idade partiu da própria criança para 48% dos entrevistados. Apesar de positivo a pesquisa revelou que esse número vai reduzindo gradativamente. De acordo com Zoara Failla, coordenadora da pesquisa, a redução acontece principalmente aos 11 anos.

Ainda de acordo com a pesquisa dois fatores são os pilares para o desenvolvimento de bons hábitos de leitura, a influência das mães e dos professores. Ao todo os autores preferidos são Machado de Assis, Monteiro Lobato, Augusto Cury, Mauricio de Sousa e Jorge Amado e o livro mais mencionado como lido recentemente ou em leitura continua sendo a Bíblia.

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar