Domingo, 20 de setembro de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Cidades

Morre Dom Pedro Casaldáliga, bispo católico emérito de São Félix do Araguaia (MT)

Postado em: 08-08-2020 às 11h35
Casaldáliga, de 92 anos, estava internado em Batatais (SP) tratando de infecção no pulmão e insuficiência respiratória agravada pelo Parkinson e foi a óbito neste sábado (8) | Foto: Reprodução.

Nielton Soares

Dom Pedro Casaldáliga, bispo católico emérito de São Félix do Araguaia, em Mato Grosso, faleceu neste sábado (8), em Batatais (SP), onde estava internado para tratamento médico. A morte do religioso foi confirmada pela Congregação dos Missionários Filhos do Imaculado Coração de Maria (Claretianos) e a Ordem de Santo Agostinho (Agostinianos), que ele fazia parte.

O bispo estava com infecção no pulmão e insuficiência respiratória agravada pelo Parkinson, doença que o acometia há mais de 10 anos. Ele é conhecido nacional e internacionalmente pelas posições políticas e pelo trabalho pastoral ligado à defesa de direitos dos povos indígenas e o combate à violência dos conflitos agrários.

Nascido na Catalunha (Espanha), como Pere Casaldàliga, Dom Pedro chegou ao Brasil em 1968. Instalando-se na Amazônia. Foi dele a primeira denúncia por trabalho escravo contemporâneo que ganhou o mundo no início da década de 1970. 

Trajetória 

Por conta da atuação do bispo contra a ditadura e a violência de grileiros, madeireiros, garimpeiros e produtores rurais, ele passou boa parte da vida marcado para morrer. Dentre outras iniciativas do governo, foi sempre alvo de processos de expulsão do país. 

Dom Pedro era poeta e escritor e se tornou umas das principais vítimas da censura da Ditadura Militar, durante os anos de chumbo.

Dentro da Igreja Católica, o bispo foi um dos expoentes da Teologia da Libertação, movimento que parte da premissa de que o Evangelho exige a opção preferencial pelos pobres e para concretizar essa opção, deve usar também as ciências humanas. 

O corpo de Dom Pedro será velado, a partir das 15 horas deste sábado, na capela do Claretiano, em Batatais. E, antes de ser velado e sepultado em São Félix do Araguaia, será também velado no município de Ribeirão Cascalheira (MT).

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar