Domingo, 15 de dezembro de 2019
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Cidades

Enel é condenada a anular conta de R$ 17 mil de consumidor, em Goiânia

Postado em: 02-12-2019 às 19h00
O usuário comprovou que pagava em média R$ 700 e a Justiça determinou ainda que a companhia pague R$ 4 mil por danos morais por ter cortado a energia dele – Foto: Reprodução.

Nielton Soares

A Enel Distribuidora de energia em Goiás foi condenada a anular uma conta de luz no valor de R$ 17 mil, que foi cobrada de um consumidor com média mensal de R$ 700, em Goiânia. A companhia terá que pagar ao cliente R$ 4 mil por danos morais, referente ao período que o imóvel ficou sem energia, devido à confusão da cobrança. 

No processo, o cliente havia pedido R$ 10 mil por danos morais, além da anulação da conta. A sentença da juíza Roberta Nasser do dia 13 de novembro concluiu que o medidor do usuário foi trocado, por tanto, não era possível ser realizado a pericia e ficou provado o corte da energia da residência do reclamante. 

Por nota, a Enel informou que está recorrendo da decisão judicial. “A distribuidora esclarece que o valor cobrado é referente à recuperação de receita, decorrente de uma irregularidade identificada no medidor de energia da unidade consumidora, que registrava um consumo menor do que o real, e constatada por meio de laudo em laboratório certificado pelo Inmetro”.



 

 

1 Comentário

Carlos Alberto Belmonte Chaves 02-12-2019 as 23:12h Responder

Parabéns ao cliente por ter usado seu direito contra a prepotência das concessionárias de energia .Aqui queriam me cobrar 24 mil .Alegaram que havia um fio ligado direto sendo minha conta sempre uma média 400 kV com variação nos verão e inverno .Me deram prazo de defesa guia na concessionária e baixaram para 4500'09 reclamei a ouvidiria demoraram Seis meses reclamei e veio reposta teria que pagar .Reclamei na ANEEL e mandaram a empresa cancelar a cobrança exorbitante . Não precisei pagar nada.Nem a luz foi cortada durante esse tem se tivesse sido entraria na justiça.

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar