Segunda-feira, 14 de outubro de 2019
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Cidades

Três são presos por cárcere privado e maus-tratos em clínica de reabilitação

Postado em: 09-10-2019 às 11h55
Conforme informações, os internos pagavam para permanecer no local, o valor mínimo era de R$ 1.200| Foto: Divulgação/PC

Eduardo Marques

Três pessoas foram presas, nesta terça-feira (9), por cárcere privado e maus-tratos em uma clínica de reabilitação, em Rio Verde. A ação contou com a Polícia Civil (PC) em apoio à Ação Integrada com a Polícia Militar, a Guarda Civil Municipal (GCM), Ministério Público e órgãos de fiscalização.

De acordo com a PC, a clínica já era alvo de investigação devido a denúncias dos crimes de cárcere privado e maus-tratos aos pacientes que passavam por reabilitação no local. Conforme informações, os internos pagavam para permanecer no local, o valor mínimo era de R$ 1.200.

Ao chegar no local, as forças se segurança encontraram portões trancados e uma das celas com correntes e cadeados. Durante a operação, os agentes encontraram 76 pessoas na clínica, entre elas, menores e até mesmo pessoas com deficiência mental.

Conforme informações dos pacientes, eles não tinham livre acesso ao local, ficavam trancados e eram obrigados a tomar vários medicamentos, indícios que apontam cárcere privado e maus-tratos.

Ainda está sendo apurado sobre a forma de internação dos usuários de drogas, que seriam levados de forma compulsória, ou seja, forçados. Esta forma não está de acordo com a lei.

Os internos ainda declararam que a comida era regrada e que já passaram fome na clínica. Os familiares dos pacientes afirmaram que não sabiam as condições que os familiares estavam. A clínica foi interditada e os pacientes entregues à família, os menores foram encaminhados ao conselho tutelar. 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar