21 de janeiro de 2019 - segunda-feira

Euro R$ {{cotacao.EUR.valor | number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cidades
Educação
11-01-2019 | 17h30
Inscrições do Fies começam em 5 de fevereiro
Programa atende estudantes cuja renda familiar por pessoa seja de até três salários mínimos

(Foto: Arquivo/Agência Brasil)

Estudantes de baixa renda matriculados em instituições de ensino superior privadas já podem conferir o edital do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e do Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies). O documento foi publicado no Diário Oficial da União (DOU). Com prazo entre 5 e 12 de fevereiro, as inscrições para o primeiro semestre podem ser feitas pela página do programa na internet.

O Fies atende estudantes cuja renda familiar por pessoa seja de até três salários mínimos; por isso, não há cobrança de juros sobre as parcelas do financiamento. No caso do P-Fies, o valor máximo para se inscrever é de cinco salários mínimos. Nessa modalidade, as taxas de juros variam conforme a renda dos inscritos.

Nota superior a 450 no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e redação acima de zero são quesitos para participar. Além disso, quem está inadimplente ou que já tenham sido contemplados não podem participar. O resultado desta chamada será divulgado em 18 de fevereiro.

Contratação

Após esta etapa de pré-seleção, os candidatos que forem chamados passam para a fase de complementação da inscrição. É nesse momento que o financiamento do curso é contratado. Para os inscritos no Fies, é necessário acessar a página do programa, e confirmar os dados entre 19 e 25 de fevereiro. Quem não for selecionado no Fies, vai para a lista de espera e é convocado se as vagas não forem preenchidas.

Já para quem conseguir a vaga via P-Fies deve procurar a Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da instituição para validar as informações no dia seguinte à pré-seleção.

(62) 3095-7800