18 de dezembro de 2018 - terça-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cidades
Cidades
06/12/2018 | 06h00
Polícia Militar inaugura patrulha feminina em terminais
Goiânia é a primeira cidade no Brasil a ganhar patrulhamento específico no transporte público para mulheres

Thiago Costa

Os onze terminais de Goiânia e as 19 plataformas contam, desde a última terça-feira (04), com patrulhamento feminino que trabalhará exclusivamente para a proteção e inibição de crimes contra as mulheres usuárias do transporte coletivo da Capital. O público, que representa 65% dos usuários, será, também, fiscalizado pelo patrulhamento exclusivo, com abordagens após identificadas atitudes suspeitas.

As abordagens às mulheres se darão em pontos de embarques e banheiros, caso haja a suspeita de transporte de drogas, objetos ilegais ou vandalismo. A equipe, que tem como principal objetivo preservar a integridade física das usuárias, atuará para inibir abusos que infratores pretendam cometer algum ato ilícito como abusos sexuais contra as mulheres.

De acordo com o Comandante do Batalhão de Terminal, Major Bráulio Bessa, 65% dos usuários do transporte público de Goiânia são mulheres. Para o major, os criminosos têm migrado mulheres para práticas de crimes na Capital. Mas o ponto mais importante para a criação da Patrulha Feminina nos Terminais é que muitas vezes a mulher tem dificuldades de se aproximar dos policiais homens.  “Para aprofundar mais ainda a interação com elas, colocamos as policiais femininas, para facilitar que essas mulheres fiquem mais confortáveis sobre assuntos mais íntimos, o que não acontecia antes com os policiais homens”, compara.

“Já é visível que essa aproximação já está funcionando na prática e mulheres já procuram essas policiais para assuntos íntimos de mulheres, como abusos no transporte público e todos os tipos de assédios que elas sofrem. Elas estão abrindo mais e passando mais informações para que possamos aprimorar nossas ações para que a policia militar consiga suprir essas necessidades da população”, acrescenta o Comandante do Batalhão de Terminal.

A patrulha feminina em Goiânia será permanente e faz parte de um núcleo do batalhão de terminal, que atua em todos os 11 terminais de Goiânia, nas 19 plataformas do eixo anhanguera e em toda a malha do transporte coletivo, inclusive em linhas de ônibus, quando necessárias.  O patrulhamento foi implementado após análises do setor de inteligência da Policia Militar (PM) e embasados em análises criminais, quando percebeu-se a necessidade de implantar a modalidade de policiamento especifico para o público feminino.

O gerente de segurança do Redemob Consórcio, Sandro Guimarães, fala sobre a implantação da Patrulha Feminina, pelo Batalhão de Terminal. “É mais uma brilhante ação estratégica no combate à criminalidade no transporte público coletivo. De forma preventiva, as ações de abordagens à suspeitas que transitam pelos terminais e estações da Rede Metropolitana de Transporte Coletivo, trarão maior sensação de segurança ao público feminino usuário do sistema. Além do atendimento legal, teremos uma maior aproximação da força de segurança pública com as usuárias do transporte público coletivo.  Acreditamos no êxito total do projeto lançado pela Secretaria de Segurança Pública. Toda a sociedade ganha com o trabalho e competência de nossas guerreiras”, elogia Sandro Guimarães. 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)